ARQUIVOS TIPO ATLAS

ACNE DA MULHER ADULTA

Woman’s acne

ACNE VULGARIS ADULTORUM

Autor: Nelson Guimarães Proença

Inserida em: 28/08/2018


CASO 1 (13683)

Esta mulher tem 25 anos de idade, sua acne se iniciou aos 22 anos. É secretária e, por exigência de seu empregador, usa maquilagem discreta desde os 20 anos. Não indica nenhum fator que cause a piora das lesões. Ao exame encontramos uma acne comedoniana, papulosa e pustulosa, intensa.





CASO 2 (23066)

Uma mulher ainda jovem, 23 anos, comparece a consulta por apresentar acne. Durante sua adolescência não teve acne, tendo as lesões surgido somente a partir dos 18 anos de idade. A princípio “tentou esconder as lesões com maquilagem”, mas como percebeu que isto parecia ser agravante, abandonou seu uso, desde os 22 anos. Informa que suas lesões se tornam mais inflamatórias nos períodos pré-menstruais. Atualmente faz penteados que escondem a acne.

Ao exame foi anotada intensa seborreia facial, presença de numerosas lesões comedonianas, papulosas, pustulosas e mesmo nodulares. Foi classificada como uma acne geral III.

Procedeu-se uma investigação para a função hormonal, tendo sido constatada a presença de ovários policísticos.

Além do tratamento habitual da acne recebeu também anticoncepcional. O resultado foi muito favorável, como se vê no controle fotográfico.









Comentários

O tratamento da acne da mulher adulta não difere — em sua essência — daquele que é proposto para a adolescente. Há, não obstante, alguns aspectos que precisam ser destacados.

Primeiro — o estudo hormonal precisa ser feito, tanto na dosagem de hormônios circulantes como na citopatologia vaginal seriada, buscando-se a correção de eventuais distúrbios hormonais. É sempre necessária a ultrassonografia pélvica, sendo frequente o encontro de ovários policísticos.

Segundo — é indispensável ganhar a confiança absoluta da paciente, pois ela terá de reconhecer o papel nocivo da maquilagem facial, aceitando o comando de não mais usá-la diariamente. Recomendamos fazer um acerto com a paciente: —“Use no sábado à noite para ir à festa, mas antes de deitar a retire cuidadosamente”.

Terceiro — é sempre (ou quase sempre) necessário o emprego terapêutico da isotretinoina.

Embora o tratamento seja eficaz, satisfazendo plenamente a paciente, é comum que se torne indicado um tratamento estético complementar, um peeling. 

 

 


Palavras-chave: Acne da mulher adulta; Woman’s acne; Acne adultorum.